domingo, 2 de setembro de 2012

SALMOS 23:2b: ÁGUAS DE DESCANSO -004


Resultado de imagem para águas de descanso


Esse artigo é parte da série "O Senhor é Meu Pastor do Salmo 23" e é muito recomendável que o leitor procure conhecer todos os aspectos das verdades contidas nesse Salmo, com aplicações para os nossos dias. No final do artigo você encontrará uma lista de todos os artigos dessa série.

ÁGUAS DE DESCANSO

Texto: Salmo 23:2b

Introdução.

• Nosso planeta, a Terra, é único em todo o Universo. É o único, até onde sabemos, capaz de sustentar seres vivos. Para que isso ocorra, muitas coisas precisam acontecer simultaneamente. Uma dessas coisas é a presença de água em estado líquido.

• A Terra já foi chamada, de modo apropriado, de planeta água. E o primeiro astronauta a orbitar a terra, o russo Yuri Gagárin, disse que: “a Terra é azul”, uma referência direta ao massivo volume de água que cobre nosso planeta.

• É apenas curioso, que nosso primeiro pai, Adão, que foi moldado do pó da própria Terra, seja tão parecido com nosso Planeta, no quesito água. Sim, porque, cerca de 70% da nossa constituição é pura água. A água é o elemento essencial para manter a turgidez das células, o que, por sua vez, é absolutamente necessário para o equilíbrio do metabolismo orgânico.

• É a água que, em boa parte, é responsável por aquilo que somos como seres vivos na face da Terra. A pessoa pode ficar muitos dias sem comer, mas a falta de água é fatal para o bom funcionamento de todos os nossos órgãos.

• A falta de água potável é um dos mais graves problemas enfrentado pelos seres humanos em pleno início de século XXI, por mais incrível que isto possa parecer. Estima-se que 2 bilhões de pessoas não têm acesso a água potável hoje mesmo. Bill e Melinda Gates estabeleceram um fundo com 2 bilhões de US$ para financiar projetos, ao redor do mundo, que tornem a água potável acessível a todos.

• As ovelhas são muito parecidas com os seres humanos, também neste aspecto. O corpo de uma ovelha é constituído de água em cerca de 70%. Por este motivo, a água é essencial ao bem estar desses animais.

• Davi sabia que precisava confiar no Senhor, o seu Pastor, para poder experimentar, o que afirma, quando diz:

LEVA-ME PARA JUNTO DAS ÁGUAS DE DESCANSO

I. A Importância da Água para as Ovelhas.

• A água determina a vitalidade, a força e o vigor da ovelha.

• Desta maneira, a mesma é essencial ao bem estar e à saúde da ovelha.

• Como acontece com os seres humanos, todas as vezes que o suprimento de água diminui dentro do animal, tem início o processo que chamamos de: desidratação.

• Como conseqüência da desidratação, o animal fica fraco e debilitado.

• Como nós também, as ovelhas sabem que estão precisando de água, através do mecanismo da sede.

• Mas não é qualquer água que serve. Ovelhas precisam ser conduzidas a fontes de águas limpas.

 Quando os pastos estão próximos a ribeiros ou outras fontes naturais e limpas o serviço do pastor fica mais fácil.

 Na ausência destes, é necessário o próprio pastor cavar um poço. De qualquer maneira, é responsabilidade do pastor garantir o acesso à água potável.

• Se não tiverem acesso à água potável, os animais sedentos acabarão por beber qualquer água empoçada e estarão sujeitas a contrair nematódeos – lombrigas ou ancilóstomos – ou a fascíola hepática – conhecida como a barata do fígado – e outros germes causadores de doenças.

• Mas, como nem sempre é possível encontrar fontes naturais e nem todo poço produz água em quantidade ou até mesmo potável, Deus providenciou uma maneira alternativa de suprir a necessidade que os animais têm de água. Esta provisão chama-se: orvalho.

• Ovelhas têm o costume de despertar cedo, antes de o sol nascer, e logo começam a pastar. Em noites claras costumam pastar também durante a noite. Nestas ocasiões, costumam absorver as gotas de orvalho ou até mesmo de chuvas que tenha caído durante a noite. Este consumo é suficiente para satisfazer a necessidade da ovelha por muitos dias, se o tempo não estiver muito quente.

• Mas nada substitui a água fresca de uma fonte natural.

II. Nossa Ansiedade Pela Verdadeira Água.

• Davi expressou, certa vez, algo que é verdadeiro acerca de todos nós. Ele disse:

Salmos 42:2 - A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando irei e me verei perante a face de Deus?

Salmos 63:1 - Ó Deus, tu és o meu Deus forte; eu te busco ansiosamente; a minha alma tem sede de ti; meu corpo te almeja, como terra árida, exausta, sem água.

• Mesmo não reconhecida como tal, esta mesma necessidade existe em todos os seres humanos.

• A prova de que isso que estamos afirmando é verdade deve ser auto-evidente:

 Os seres humanos, desde tempos imemoriais, desenvolveram centenas de milhares de religiões em busca de satisfazer esta sede.

 A filosofia humana, até o surgimento do iluminismo – de meados do século XVII até quase o fim do século XVIII - se ocupava, principalmente, com a idéia de Deus.

• Esta sede espiritual foi assim definida por Agostinho de Hipona – Santo Agostinho: Ó Deus, tu nos criastes para ti; nossa alma sempre estará inquieta e ansiosa, enquanto não encontrar descanso em ti.

• No século XX e no início do século XXI a busca humana se diversificou:

 A literatura, a música e as artes em geral são oferecidas como fontes de satisfação.

 As atividades físicas e os esportes são outra alternativa. Veja a importância que se dá a eventos como a Copa do Mundo de Futebol e às Olimpíadas. Isso para não falar na avalanche de esportes estadunidenses que nos são empurrados garganta abaixo: MLB, NBA, NHL, NFL etc.

• Mas, no final das contas, depois de terem experimentado tudo, encontram-se diante da mesma sede atordoante, do mesmo vazio e da mesma insatisfação interior.

• Por trás dos sorrisos da vitória, dos gritos de triunfo, da luzes reluzentes dos flashes e da ribalta, do glamour e das aparências maquiadas, tudo o que encontramos é: vidas destruídas, esperanças partidas, almas estéreis, secas e crestadas, cobertas pela poeira do desespero.

III. Jesus – Nosso Bom Pastor e Fonte de Toda satisfação.

• Jesus veio a este mundo e no mesmo capítulo – João 10 - em que ele se apresentou como o Bom Pastor, ele também disse: O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância - João 10:10.

• E como é que Jesus propôs nos dar esta vida abundante? Sua oferta vai mais do que apenas nos conduzir para junto das águas de descanso.

• Jesus nos oferece o Espírito Santo, acerca do qual afirma: Aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna – João 4:14.

• O Espírito Santo veio para nos guiar em toda verdade – ver João 16:13. E a verdade está apenas em Jesus e na Bíblia.

• Jesus também disse: Eu sou o pão da vida; o que vem a mim jamais terá fome; e o que crê em mim jamais terá sede – João 6:35.

Conclusão:

1. Jesus é nosso bom pastor e, como tal, ele assume a responsabilidade de saciar nossa sede com águas de verdadeiro descanso.

2. Como Deus, ele não poderia nos oferecer apenas um paliativo para a nossa sede espiritual. Sua solução é definitiva: Aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna – João 4.14.

3. Jesus, nosso Bom Pastor, prometeu resolver nosso maior problema, restante. Tendo nos libertado da condenação e do poder do pecado, Ele também prometeu vencer nosso último adversário: a morte. Jesus disse: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá - João 11:25.

4. Nos dias do profeta Jeremias o povo de Israel havia se esquecido das palavras do Salmo 23. Como resultado direto deste esquecimento e da sede sempre presente, o povo buscou satisfação nos ídolos – ver Jeremias 2:5. Isso era um verdadeiro horror e motivo de espanto, e Deus descreve a ação do povo de Israel dizendo: Espantai-vos disto, ó céus, e horrorizai-vos! Ficai estupefatos, diz o SENHOR. Porque dois males cometeu o meu povo: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm as águas – Jeremias 2:13—14.

5. Jesus nos convida a sermos como as ovelhas. A despertarmos cedo. A buscarmos sua face em oração e leitura da sua palavra. Davi nos serve de exemplo quando diz: De manhã, SENHOR, ouves a minha voz; de manhã te apresento a minha oração e fico esperando - Salmos 5:3. O que ele esperava? Esperava pela resposta de Deus, pelo consolo, pela direção que somente o Senhor pode suprir.

6. Que possamos seguir o exemplo de Davi. Buscar o Senhor todos os dias, pela manhã e aguardar Sua resposta e direção. Temos que permitir o Espírito Santo guiar nossas vidas segundo o padrão da verdade. Há tanta mentira neste mundo, tanta inveja, tanta maldade que, facilmente, podemos nos desviar e começa a beber de poças contaminadas. Mesmo dentro das igrejas existem pessoas que querem nos conduzir a fonte de águas contaminadas. Temos que aprender a caminhar com o Espírito Santo e a deixar que o Bom Pastor nos leve para junto das águas de verdadeiro descanso.


Outros Estudos Dessa Série Podem ser encontrados nos links abaixo:

001 – O SENHOR É O MEU PASTOR =

002 – NADA ME FALTARÁ =

003 – ELE ME FAZ REPOUSAR =


O artigo 005 dessa série pode ser encontrado aqui:

http://ograndedialogo.blogspot.com/2010/04/somos-ovelhas-do-pastoreio-de-deus.html

Que Deus abençoe a todos.

Alexandros Meimaridis


PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:


Desde já agradecemos a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário