segunda-feira, 24 de outubro de 2016

APOCALIPSE: INTRODUÇÃO E AS CARTAS ÀS SETE IGREJAS DA ÁSIA - SERMÃO 022 –- APOCALIPSE 3:1-6 - UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES — PARTE 004


Resultado de imagem para os sete espíritos de deus

O objetivo dessa série é apresentar os três primeiros capítulos do Livro do Apocalipse. Neles vamos encontrar uma REVELAÇÃO muito especial da pessoa de Jesus Cristo. Cremos que é disso que a Igreja dos nossos Dias precisa: Um encontro pessoal e profundo com o Senhor que diz de si mesmo: Eu sou o Alfa e Ômega, diz o Senhor Deus, aquele que é, que era e que há de vir, o Todo-Poderoso. No Final de cada estudo o leitor encontrará os links para os estudos seguintes:

LIVRO DO APOCALIPSE — INTRODUÇÃO E AS CARTAS ÀS SETE IGREJAS DA ÁSIA


Introdução.

A. Na mensagem anterior nós falamos acerca dos remédios que Cristo propôs para a Igreja e Sardes:
1. Cristo consolou a igreja anunciando que apesar de todos os pesares, ainda havia sobrevivido um remanescente fiel na Igreja em Sardes.   
2. Esse remanescente, apesar de pequeno, não devia se incomodar pelo fato de ser pequeno, porque o que agrada a Deus não são multidões de crentes infiéis e apóstatas, mas sim, pequenos rebanhos de crentes fiéis.
C. Hoje queremos continuar analisando essa carta na mesma linha que adotamos na mensagem anterior e continuar falando da nossa enorme necessidade de:

VOLTANDO PARA JESUS, O DEUS TODO PODEROSO

I. O Dom do Espírito Santo 
A. O Espírito Santo de Deus é o maior presente que qualquer ser humano poderia desejar receber e, de fato, recebe quando crê em Cristo. Esse presente é fruto da imensurável graça de Deus e do Senhor Jesus Cristo que derramam dons inefáveis sobre os seres humanos, dos quais o Espírito Santo é o maior, conforme lemos nos testemunhos dos apóstolos Pedro e Paulo. 
Atos 2:33 —  
Exaltado, pois, à destra de Deus, tendo recebido do Pai a promessa do Espírito Santo, derramou isto que vedes e ouvis. 
Efésios 1:8 
Que Deus derramou abundantemente sobre nós em toda a sabedoria e prudência 
O Espírito Santo que habita em nós transforma nosso corpo no único e verdadeiro santuário do Espírito Santo: 
1 Coríntios 6:19 
Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? 
B. Desde os dias de Cristo e até o fim dos tempos, nunca houve nem jamais haverá qualquer templo construído pelo homem no qual Deus habita. Deus não habita em templo feitos por mãos humanas, mas Deus habita em templo constituídos de pessoas humanas. 
João 4:23 
Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores. 
Atos 17:24 
O Deus que fez o mundo e tudo o que nele existe, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em santuários feitos por mãos humanas. 
C. Deus habita, por meio do Espírito Santo, tanto no crente individualmente, como nos crentes coletivamente: 
1 Coríntios 3:16 
Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? 
D. É nossa convicção que é ao Espírito Santo que Jesus tem em mente ao dizer o seguinte para a Igreja em Sardes, apesar do Espírito Santo, não ser, de fato, mencionado diretamente: Lembra-te, pois, do que tens recebido — Apocalipse 3:3.   

II. Os Sete Espíritos de Deus 
A. De fato não encontramos na epístola enviada para a Igreja em Sardes nenhuma menção direta ao Espírito Santo, mas temos essa curiosa afirmação bem no começo da carta: 
Apocalipse 3:1 
Estas coisas diz aquele que tem os sete Espíritos de Deus.   
B. Mas quem é ou o que são os “Sete Espíritos de Deus”. Apesar de ser notavelmente ímpar, tal expressão não deve nos confundir, pois cremos que a mesma faz uma referência ao Espírito Santo de Deus ou a terceira pessoa da Santíssima Trindade. 
C. Essa expressão “Sete Espíritos” foi mencionada antes em Apocalipse 1:4—6 e os sete espíritos estão vinculados tanto a Deus Pai como ao Senhor Jesus e também ao desejo de Graça e Paz para todos os destinatários da revelação: 
Apocalipse 1:4—5 
4  João, às sete igrejas que se encontram na Ásia, graça e paz a vós outros, da parte daquele que é, que era e que há de vir, da parte dos sete Espíritos que se acham diante do seu trono
5  e da parte de Jesus Cristo, a Fiel Testemunha, o Primogênito dos mortos e o Soberano dos reis da terra. Àquele que nos ama, e, pelo seu sangue, nos libertou dos nossos pecados, 
6 e nos constituiu reino, sacerdotes para o seu Deus e Pai, a ele a glória e o domínio pelos séculos dos séculos. Amém.  
C. Se o Espírito Santo é um só e é até mesmo uma das três pessoas da divindade, porque é citado como sendo “sete”. Talvez uma boa resposta seja do arcebispo anglicano Trench, que disse o seguinte: O Espírito Santo não é tanto visto aqui em sua unidade pessoal e sim em suas numerosas capacidades. Essa ideia é, provavelmente, derivada do livro do profeta Isaías, onde lemos: 
Isaías 11:2 
Repousará sobre ele o Espírito do SENHOR, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do SENHOR. 
D. Portanto a Igreja em Sardes tinha recebido o Espírito Santo de Deus e todas as suas capacidades fenomenais: 
1. O Espírito do Senhor. 
2. O Espírito de Sabedoria. 
3. O Espírito de Entendimento. 
4. O Espírito de Conselho. 
5. O Espírito de Fortaleza. 
6. O Espírito de Conhecimento. 
7. O Espírito de Temor 
E. Que outra mensagem pode ser mais necessária para uma igreja em parte morta e em parte morrendo?
Conclusão:

A. Como vimos, nós somos o verdadeiro templo de Deus:

Atos 7:48—49

48 Entretanto, não habita o Altíssimo em casas feitas por mãos humanas; como diz o profeta:

49 O céu é o meu trono, e a terra, o estrado dos meus pés; que casa me edificareis, diz o Senhor, ou qual é o lugar do meu repouso?

B. O Espírito Santo de Deus é o único ser que pode revitalizar uma igreja moribunda.

C. Ele pode restaurar à plena vida uma comunidade, tornando-a útil para a comunidade ao redor.

D. Se deixarmos o Espírito Santo nos encher, então nossa adoração — quando estamos reunidos — e nosso testemunho a favor de Jesus — quando estamos espalhados — serão completamente transformados.

E. A palavra de Deus nos diz que:

1. Devemos orar no Espírito —

Judas 20

Vós, porém, amados, edificando-vos na vossa fé santíssima, orando no Espírito Santo.

2. Devemos pregar no Espírito —

1 Tessalonicenses 1:5

Porque o nosso evangelho não chegou até vós tão-somente em palavra, mas, sobretudo, em poder, no Espírito Santo e em plena convicção, assim como sabeis ter sido o nosso procedimento entre vós e por amor de vós.

3. Devemos adorar no Espírito —

João 4:24

Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade.

4. Devemos Andar no Espírito —

Gálatas 5:16

Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne.

5. Devemos viver no Espírito —

Gálatas 5:23

Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito.


OUTRAS MENSAGENS ACERCA DO APOCALIPSE: INTRODUÇÃO E CARTAS ÀS SETE IGREJAS

APOCALIPSE 1:1—20 — SERMÃO 001 — INTRODUÇÃO AO LIVRO DO APOCALIPSE

APOCALIPSE 1:1—20 — SERMÃO 002 — UMA VISÃO DE JESUS CRISTO — PARTE 001

APOCALIPSE 1:1—20 — SERMÃO 003 — UMA VISÃO DE JESUS CRISTO — PARTE 002

APOCALIPSE 2:1—7 — SERMÃO 004 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM ÉFESO — PARTE 001

APOCALIPSE 2:1—7 — SERMÃO 005 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM ÉFESO — PARTE 002

APOCALIPSE 2:8—11 — SERMÃO 006 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM ESMIRNA — PARTE 001

APOCALIPSE 2:8—11 — SERMÃO 007 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM ESMIRNA — PARTE 002

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 008 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 001

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 009 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 002

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 010 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 003

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 011 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 004

APOCALIPSE 2:12—17 — SERMÃO 012 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM PÉRGAMO — PARTE 005 FINAL

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 013 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 001

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 014 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 002

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 015 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 003

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 016 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 004

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 017 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 005

APOCALIPSE 2:18—29 — SERMÃO 018A/B — UMA CARTA PARA A IGREJA EM TIATIRA — PARTE 006A/B

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 019 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 001

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 020 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 002

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 021 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 003

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 022 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 004

APOCALIPSE 3:1—6 — SERMÃO 023 — UMA CARTA PARA A IGREJA EM SARDES— PARTE 005 — FINAL

APOCALIPSE 3:7—13 — SERMÃO 024 – UMA CARTA PARA A IGREJA EM FILADÉLFIA — PARTE 001

APOCALIPSE 3:7—13 — SERMÃO 025 – UMA CARTA PARA A IGREJA EM FILADÉLFIA — PARTE 002

Que Deus abençoe a todos.  

Alexandros Meimaridis

PS. Pedimos a todos os nossos leitores que puderem que “curtam” nossa página no Facebook através do seguinte link:


Desde já agradecemos a todos.   

Os comentários não representam a opinião do Blog O Grande Diálogo; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário